Resenha Coral - Um grupo Extra Ordinarius, Notável!

Tempo de leitura:
Ordinarius é um grupo vocal de seis cantores e um percussionista. A qualidade da gravação e os belos arranjos, escolhidos com sensível bom gosto musical, parece ser o segredo do sucesso desse grupo, que tem todos os requisitos para uma carreira ainda mais brilhante daqui para a frente. Notável é o álbum mais recente, e homenageia a cantora Carmen Miranda.

Ordinarius

O Ordinarius tem no repertório uma variedade de gêneros musicais, brasileiros e estrangeiros. Chama atenção a beleza dos arranjos escritos por Augusto Ordine e a facilidade que o grupo tem para executar efeitos de virtuosismo vocal.
Seu primeiro CD (Ordinarius) foi considerado, pelo site "O Embrulhador", como um dos melhores de música brasileira no ano de 2012, e o conjunto vocal Ordinarius foi indicado ao Prêmio da Música, como Melhor Grupo de MPB, em 2018, pelo trabalho no disco Notável. Ganhar mais prêmios é só uma questão de tempo, se o grupo permanecer nesse ritmo de produção.

Grupos vocais surgem em todo lugar do mundo mostrando a cultura local, e a maneira autêntica de lidar com os gêneros internacionais de cada lugar. O Ordinarius é uma excelente representação nacional nessa área, não só mostrando como a música brasileira combina perfeitamente com a formação vocal, bem como continuando a tradição deixada por grupos como Os Cariocas, Quarteto em Cy e MPB4.
Já tem algum tempo que o Brasil não revela grupos vocais de relevância internacional, e o Ordinarius, com certeza, é um deles. Já fez apresentações no Panamá, no Paraguai, na Suíça, nos Estados Unidos e, neste momento, planeja uma ida à França para os festivais Les Choralies e Durance Luberon.

Notável

Após o sucesso do clipe Disseram que Voltei Americanizada, o grupo Ordinarius gravou um CD dedicado apenas a Carmen Miranda. Esse disco é composto por músicas que foram eternizadas na voz da Pequena Notável.

É interessante observar que, mesmo sendo algo focado na figura de Miranda, o disco ficou eclético, começando com South American Way evidenciando o sucesso de Carmen Miranda nos Estados Unidos. Segue com a Baixa do Sapateiro, o famoso samba de Ary Barroso. Depois, o mesmo joguete ocorre com I like you very much, seguido de um arranjo de O Samba e o Tango, e emendando no famoso Por una Cabeza. Finaliza com dois grandes sucessos que ficaram eternizados na voz de Carmen: O que que a Baiana Tem e Tico Tico no Fubá, numa versão com percussão de funk carioca que chama a atenção.

O que não compreendo bem é a escolha do grupo de não cantar, com letra, certas músicas, que são famosas em suas versões instrumentais, como Tico Tico no Fubá, na qual o grupo apenas vocaliza as notas. Acho a letra dessa música muito divertida e cantá-la, na minha opinião, valorizaria mais. O grupo adota essa prática recorrentemente: no primeiro CD, na música Brejeiro e, no disco Rio de Choro, com a versão de Brasileirinho vocalizada. Tudo bem que essas músicas não foram concebidas com letra, mas penso que evidenciar esse ponto seria interessante. Brejeiro tem letra de Catulo da Paixão Cearense, seria importante realçar esse aspecto, por exemplo. De qualquer forma, os arranjos são muito bonitos e divertidos de ouvir. Reitero que não é um ponto negativo não ter letra, só sinto falta.

Ouça abaixo o disco Notável do grupo vocal Ordinarius


Gostou da postagem? Deixe um comentário!

Leia também:
Coral Unifesp: Os Afro-Sambas - Religiões afro-brasileiras e música coral brasileira
Resenha Coral - Amarcord - Coming Home for Christmas
Gold: The King's Singers lança álbum em comemoração aos 50 anos

Comentários

Inscreva-se

Postagens mais visitadas deste blog

20 dicas de como estudar o repertório do seu coral