Por que a sua empresa precisa de um coral?

Tempo de leitura:

Cada vez mais, as empresas percebem que investir na formação cultural do funcionário traz bons benefícios. Falta de criatividade, bem-estar e sociabilidade estão entre os maiores desestimuladores do funcionário e diminuem sua eficiência no trabalho. Nessas situações, projetos de qualidade precisam ser postos em prática.

Qualidade de Vida

Cada vez mais, percebemos que ,quando investimos na qualidade de vida de um funcionário, além de dar-lhe prazer, influenciamos na qualidade de produção, e no tempo de contribuição do mesmo. Pesquisas apontam que um trabalho monótono e enfadonho diminui a produção de um funcionário e o retiram do posto de trabalho mais cedo por doenças, vícios e outros malefícios. Tornar a rotina mais agradável é algo que a empresa deve perseguir para obter um funcionário mais dedicado e produtivo. 

O canto coral na empresa

As primeiras experimentações do canto coral em empresas no Brasil ocorreram na década de 1970. A partir da década de 1980, com os métodos do toyotismo sendo cada vez mais implantados, os corais de empresas ficaram mais numerosos. Hoje, empresas continuam investindo nesta atividade e usufruem de diversos benefícios com baixo custo de investimento. Muitas ostentam grupos corais com mais de vinte anos de atividade, mostrando experiências de sucesso duradouro.

O lazer pelo canto coral

É importante observar que o canto coral é uma atividade de lazer. É um momento em que o funcionário se desliga das atividades da empresa e se concentra em fazer música. É importante que haja esses momentos durante a rotina de trabalho. O funcionário deixa seu cargo por, no mínimo 40 minutos, mas volta produzindo muito mais, pois teve a oportunidade de mudar seu foco de atenção e distrair a mente. 

A socialização pelo canto coral

Existem empresas com diferentes setores, turnos e escalas. O contato entre determinados funcionários pode ser algo impossível, diminuindo a socialização e, consequentemente, o espírito de equipe. Uma empresa é feita de pessoas, quando elas não se conhecem, menos identificação possuem com o corpo empresarial. Quando possibilitamos o contato entre seus funcionários em uma atividade artística, favorecemos ainda mais trabalhos de equipe e conseguimos observar como os funcionários interagem e chegam ao objetivo final. Nesse quesito, o canto coral evidencia um microcosmo da interação e produtividade entre funcionários e a maneira como se identificam com as propostas da empresa.

A educação pelo canto coral

Sabemos a lacuna que a educação básica deixa na formação cultural atual da população brasileira. Um recente caso viral na internet foi de uma revista cujo funcionário confundiu o nome do escritor Tolstói com a animação Toy Story, causando um mal estar imenso, já que a revista era relacionada à política e atingia um público relativamente bem informado. 
Investir na educação cultural do funcionário ajuda a empresa a evitar gafes desse tipo. Imagina um funcionário soltando impropérios culturais em uma reunião importante com parceiros institucionais de outros estados e países? Possibilitar o contato com um pouco de arte e cultura enriquece a cultura geral do funcionário e o torna mais capaz para desenvolver discussões em assuntos desta área.
Além disso, por trabalhar com a voz, o canto coral favorece a oratória do funcionário e ensina-o a melhor forma de utilizar a voz. Estudos apontam que usar a entonação correta ao discorrer sobre determinado assunto aumenta a credibilidade perante os outros. 

A criatividade pelo canto coral

Um atributo necessário ao artista é a criatividade. Um atributo necessário ao funcionário também, afinal, como sair de situações difíceis sem utilizá-la? 
A arte entra na vida, desde a infância, para o exercício da criatividade. É isso o que distingue os homens no planeta terra. Um funcionário criativo é um funcionário de sucesso e ideal para qualquer empresa, pois todas precisam de inovação constante. 

A saúde pelo canto coral

Pelo trabalho respiratório que o canto necessita, é possível atuar com o canto coral como um coadjuvante em tratamentos fonoaudiológicos e respiratórios. 
Por ser uma atividade prazerosa, favorece a produção de endorfina no organismo, substância de grande poder analgésico, eleva a auto estima, reduz os sintomas da depressão e ansiedade e mantém o controle do apetite. 
Para alguns, o canto se torna tão importante que, para melhorar a performance, anima-se a deixar hábitos danosos como o tabagismo, o alcoolismo e outros. 

A promoção pelo canto coral

O canto coral não atua apenas na qualidade de vida e na atuação do funcionário, mas também na promoção da marca da empresa. Toda vez que um coral se apresenta, a marca está estampada nas roupas, no nome do coral, nos cartazes de divulgação e muito mais. Quanto melhor o coral se apresenta, mais ouvintes e maior o valor agregado à marca da empresa. Em eventos solenes, ter um coral de qualidade traz boa vista e pode ajudar a firmar novas parcerias institucionais. 

A responsabilidade social pelo canto coral

Que tal se o coral de funcionários fosse aberto à comunidade? Sim, é possível exercer a responsabilidade social com um coro de empresa. Abri-lo à comunidade do entorno da empresa aumenta o número de integrantes e favorece o contato dos funcionários com as pessoas com as quais a empresa convive diariamente na cidade. Para empresas que atuam em zonas de baixo desenvolvimento social, essa atitude pode ser afirmativa e reveladora de grandes talentos da comunidade. Caso não seja possível, levar o coral para se apresentar em hospitais, orfanatos, escolas e outras instituições de apoio social da região também são atitudes positivas que aumentam a afeição da empresa perante a comunidade. 


Essa postagem lhe despertou o interesse em montar um coral na sua empresa? Entre em contato e mostrarei o caminho.  
Sua opinião pode enriquecer a discussão. Deixe um comentário!

Comentários

Inscreva-se

Postagens mais visitadas deste blog

20 dicas de como estudar o repertório do seu coral